Wordpress.com ou Wordpress.org?

Resumidamente falando, existem as versões WordPress.org, que é a versão que você pode descarregar e instalar num servidor de hospedagem web e a WordPress.com, que é um serviço onde você pode hospedar seu blog gratuitamente, a exemplo do Blogger.

Existem algumas diferenças entras ambas as versões, com vantagens e desvantagens. Vamos ver quais são?



Versão WordPress.COM
Não querendo fazer propaganda, mas a Automattic realmente acertou a tacada ao disponibilizar o serviço de criação de blogs com seu CMS WordPress em servidores próprios.
É possível ter o seu blog no ar em menos de três minutos, sem precisar de conhecimento técnico sobre instalação, configuração de servidores ou opções mais avançadas. E o melhor de tudo que é gratuito e você não precisará se preocupar com despesas financeiras de hospedagem ou desenvolvimento.
Entre as outras vantagens, podemos enumerar:
  • Toda a responsabilidade fica por conta da empresa, em relação ao setup, upgrades, spam, backups, segurança, etc;
  • Se blog fica alojado em centenas de servidores, por isso é pouco provável que venha ficar fora do ar devido ao tráfego intenso;
  • Backup automático do conteúdo;
  • Ganho extra de tráfego graças ao Blog of the Day e das Tags Globais do WordPress.com;
  • Login seguro (SSL), impedindo assim a captura de senha;
  • Encontre blogs com ideias ou assuntos semelhantes ao seu através das tags e da interface de navegação amigável;
  • Sistema integrado de estatísticas, permitindo visualizar tudo sobre o seu blog de forma simples e fácil;
  • Multi-linguagem, incluindo o Português;
  • Possiblidade de cadastrar vários blogs e autores;
  • Vários widgets para o Flickr, del.icio.us, Twitter e outros já incluídos;
  • Permite adicionar votações e enquetes de maneira muito fácil;
  • É possível exportar para um arquivo XML todos os posts e comentários do blog, não te deixando “preso” ao WordPress.com;
  • Possiblidade de escolher entre mais de 75 temas de vários estilos e categorias;
  • Possiblidade de criar um blog privado;
  • Tráfego ilimitado;
Existem ainda outras vantagens, mas estas listadas são as principais. Mas nem tudo são flores, por isso vou listar algumas desvantagens:
  • Não é possível adicionar temas personalizados, ficando “preso” aos fornecidos pelo WordPress.com;
  • Possibilidade de editar o CSS do tema, mas não aplica-lo para o público ver, ou seja, salva-lo;
  • Você não consegue editar o código PHP do WordPress;
  • Não é possível carregar plugins;
  • Não existe a opção de personalizar os links permanentes do blog;
  • Seu blog será um subdomínio do WordPress.com e por isso ficará com um endereço parecido com http://nomedoblog.wordpress.com;
  • Somente permite upload de mídias do tipo jpg, jpeg, png, gif, pdf, doc, ppt, odt, pptx, docx;
  • Tamanho máximo de 3 GB para armazenamento;
  • Não é possível utilizar FTP;
  • Não é possível adicionar propaganda ou códigos JavaScript;
  • Limite de 35 usuários cadastrados para blogs privados;
  • Propagando do WordPress.com no rodapé e ocasionalmente em outros lugares do blog;
Mas todas essas vantagens podem ser contornadas, pois é possível fazer “melhorias” na sua conta, adquirindo diversos recursos extras, pagando por isso, é claro. Todos os upgrades são informados na página Premium Features ou no menu Melhorias do Painel de Administração do seu blog.
Melhorias no menu do WordPress.com
Veja algumas opções em relação aos upgrades que a WordPress.COM disponibiliza:
  • Mapeamento de domínio, ou seja, seu blog pode ter um domínio próprio;
  • Adicionar CSS personalizado;
  • Aumentar espaço para upload de mídias, além de incluir novas na lista (mp3, m4a, wav, ogg);
  • Incluir vídeos do seu computador para serem hospedados e tocados diretamente no seu blog, podendo ser do tipo mp4, mov, wmv, avi, mpg ou m4v;
  • Cadastrar infinitos usuários para blogs privados;
  • Retirar qualquer propaganda do WordPress.com;
  • Além disso, existe o serviço VIP do WordPress.com, com serviço de hospedagem comercial e para blogs com grande volume de tráfego e suporte personalizado.

Versão WordPress.ORG
Praticamente as desvantagens do serviço gratuito se tornam vantagens para a versão instalada e vice-versa.
Com o arquivo disponibilizado no WordPress.org você tem total liberdade para fazer o que quiser, modificar o que bem entender, adicionar qualquer propaganda, vender espaço publicitário, encher ou modificar os códigos PHP do seu blog e muito mais.
Porém como sempre dizia o saudoso tio Ben, “Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”, isso se torna uma verdade com o WordPress.org, pois você será o responsável pela instalação, configuração, divulgação, backup, pagamento de hospedagem e domínio, etc.

Mas não se preocupe, pois o WordPress.org disponibiliza:
Similaridades Entre A Versão WordPress.COM e WordPress.ORG
As duas versões tem diversos aspectos em comum, tais como:
  • O mesmo editor de posts e páginas;
  • Possibilidade de criar páginas, subpáginas, tags e categorias para posts e categorias para links;
  • Gerenciamento de posts, páginas, tags, categorias de posts, categorias de links e comentários;
  • A desativação de pings/tackbacks e comentários;
  • Adicionar widgets usando o “arrastar e soltar”;
  • Compatíveis com o gravatar;
  • Agendar, editar e revisar posts e páginas;
Algumas outras pequenas diferenças podem existir, como por exemplo, a função dos usuários cadastrados. No WordPress.com existem somente quatro (Autor, Editor, Colaborador
e Administrador). No WordPress.org é encontrado mais uma função, o Assinante.

Qual Versão Usar?
Pessoalmente eu prefiro a WordPress.org devido à possibilidade de configuração e personalização em todos os sentidos, mas a escolha vai depender muito da sua necessidade. Além disso, essa versão possui muito mais ajuda e tutoriais.

Outra questão que pode favorecer a sua escolha é que o WordPress já deixou de ser um CMS exclusivamente para blogs, sendo possível montar sites e sistemas completíssimos. Mas isso somente com a versão ORG.

Mas se você deseja apenas criar um blog básico, não quiser ganhar dinheiro com ele e ter algumas opções interessantes, escolha a versão WordPress.COM

:: Créditos:Webmaster.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário