Alimentação na gravidez: mitos e verdades

A gravidez traz inúmeras dúvidas: ficar sem comer evita o enjoo? A gestante deve comer mesmo por dois? Veja o que mito ou verdade na gestação.

A gravidez é uma fase que traz inúmeras dúvidas sobre a correta alimentação da futura mãe. O que deve mudar na alimentação? Quais alimentos causam mais enjoo? O que devo comer para manter a saúde do bebê em bom estado? Respostas existem, mas aparecem muitas vezes carregadas de mitos que confundem a cabeça das gestantes.
Conversamos com Liliane Opperman, médica nutróloga e ortomolecular, que respondeu cinco das principais dúvidas.



Ficar sem comer evita o enjoo?
MITO. Pelo contrário: ficar sem comer pode comprometer e muito a saúde da mãe e do bebê, além de intensificar os enjoos. 'Estômago vazio aumenta a sensação de mal estar causando assim mais enjoos e, além disso, pode gerar doenças como a hipoglicemia', explica a médica nutróloga e ortomolecular Liliane Opperman.

A gestante deve comer por dois?
MITO. Para Liliane, o bebê não precisa da mesma quantidade de nutrientes que a mãe, portanto, não há necessidade de duplicar a alimentação. O recomendado é um aumento em torno de 200 e 300 calorias a mais por dia que irá compensar as necessidades da criança e também da mãe.

Comer chocolate prejudica o meu bebê?
VERDADE. Se consumido em excesso, o chocolate pode causar cólicas na criança - e não é só o chocolate apenas, mas refrigerantes e café também são nocivos. 'O chocolate deve ser consumido em menor quantidade a vida inteira, uma vez que contém gorduras e açucares que com tempo enfraquecem o organismo', alerta a médica.

Canja e leite ajudam na amamentação?
MITO. Apesar de não serem contraindicados, esses alimentos não possuem ligação direta com a produção de leite. 'O que ocorre é que alimentos ingeridos mais quentes causam um relaxamento que eventualmente favorece a produção de leite materno. Mas, existem hoje determinados produtos específicos para isso como o Broto de Afalfa, por exemplo', ressalta.

Não comer o alimento desejado faz o bebê nascer marcado?
MITO. Essa ideia equivocada é quase que passada de geração em geração. A gestante pode ter, sim, desejo de comer determinado alimento, e isso tem que ver com necessidades do seu organismo, que pede mais este ou aquele nutriente na gestação. Caso você não satisfaça um desses desejos, nada acontecerá ao seu bebê. Criança que nasce com uma marca parecida com comida é a mais um desses folclores que ninguém sabe ao certo a origem. 

Créditos: http://estilo.br.msn.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário