Geração Y

O que é?

Geração Y, também conhecida como Geração Millennials ou Geração da Internet, é um conceito de Sociologia que se refere, segundo alguns autores, aos nascidos após 1980.  Segundo Eline Kullock, maior especialista em geração Y do Brasil, essa é uma geração que adora feedback, é multitarefa, sonha em conciliar lazer e trabalho e é muito ligada em tecnologia e novas mídias.
Alteraram completamente as formas de comunicação tanto em casa, no trabalho quanto com os amigos. Eline afirma:
“Eles são também conhecidos como a geração do troféu, se beneficiaram de um período economicamente favorecido e tiveram em casa a liberdade que nenhuma outra geração teve.”

 Geração Y não abandonará as redes sociais

CC/Flickr SocialGrow (CC/Flickr SocialGrow)
 
Um estudo conduzido pelo instituto Pew Internet & American Life Project, nos Estados Unidos, mostra que a esmagadora maioria dos especialistas em tecnologia acredita que as redes sociais são muito mais do que uma moda passageira entre os jovens que nasceram sob a influência da internet, popularmente conhecidos como Geração Y.
Mais de dois terços dos 895 entrevistados - acadêmicos, pesquisadores e executivos de grandes universidades e empresas como Google, Microsoft, Yahoo! e Linux - afirmam que a Geração do Milênio, ou Geração Y, continuará usando as ferramentas sociais quando entrar na fase adulta ou constituir família.
O levantamento faz parte de um estudo maior chamado O Futuro da Internet, que está na sua quarta edição e procura mapear as crenças daqueles que mais influem no desenvolvimento de novas tecnologias. O objetivo principal do estudo identificar as expectativas dos especialistas para a rede entre 2010 e 2020. 
Para os pesquisados, "os nativos digitais continuarão usando as redes sociais e revelando na internet informações pessoais, no intuito de se manterem conectados com o mundo nos mais variados aspectos, sejam eles sociais, econômicos ou profissionais. Mesmo quando adultos e com mais responsabilidades, os integrantes desse grupo seguirão compartilhando informações privadas com frequência". 
Os especialistas acreditam que as vantagens do compartilhamento de informações íntimas superam as possíveis consequências negativas. Um programador do Mozilla exemplifica: "A menos que os jovens da Geração Y tenham uma epifania coletiva com relação ao valor da privacidade, eles continuarão a negligenciá-la em troca dos benefícios de uma vida digital". 
Apenas 29% dos voluntários acreditam que os "nativos digitais" perderão o interesse em sites como Facebook e Twitter no futuro.

Créditos: http://veja.abril.com.br / http://www.focoemgeracoes.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário